26 de dezembro de 2007

Feliz Aniversário !!!


Agradeço a Deus por mais um ano, e por suas bençãos e graça em minha vida...

18 de dezembro de 2007

Semestre concluído!


Quero dividir com vocês, graças a Deus consegui fechar mais um semestre sem ficar de exame em nenhuma matéria. Esta é a recompensa dos dias que dormi e acordei com os livros, ou até mesmo quando não dormi... renunciei feriados prolongados, finais de semana, cinema, e até meus amigos e família...uufffa!!! Agora mais do que nunca preciso de férias...descanso...acordar cedinho e contemplar a brisa do mar...o sol batendo no rosto... Preciso correndo, correndo!!!
Agradeço a todos que torceram e desejaram muita sorte nesta fase que não é nada fácil. Ah! quero também dividir com vocês uma boa notícia! A conclusão da minha irmã neste mês, sua colação será em janeiro/08 onde receberá seu diploma de administradora, o qual pretendo chegar lá. E se Deus permitir em 2009 (que passe rapidinho) estarei concluindo também o meu curso. Muito obrigada a todos!

Foto:gettyimages

E se aproxima o natal...



O Natal é umas das datas mais importantes do ano para mim, porque adoro o natal, adoro andar e passear pelas ruas iluminadas, por onde passamos é aquela música de natal a tocar nas ruas e isso me faz muito bem... Apesar de alguns anos pra cá, mesmo tendo esta grande paixão por esta época do ano, confesso não ter o mesmo brilho de antes, o mesmo cheiro, o mesmo sabor que antes, principalmente quando ao redor da mesa uma das cadeiras se encontra vazia... Pena o natal ter ficado com o passar dos tempos muito comercial. Nesta época do ano, todos ficam eufóricos, nervosos, irritados, estressados, todos têm pressa e querem tudo para ontem. A escolha dos presentes: o que dar para cada um? mas que escolher presente é uma tarefa árdua, isso ninguém pode negar. Mas o verdadeiro espírito do Natal não está representado nos presentes que trocamos na atual sociedade capitalista. O consumismo levou a maior parte da beleza real do Natal...Ele deve ser presença constante em nossos corações através do abraço que damos as pessoas que amamos, na solidariedade que prestamos, no sorriso descompromissado, na Paz interior. E principalmente, nos lembrando do real significado do Natal: O NASCIMENTO DE JESUS! Aquele que veio sofrer por nós. E que hoje está ao lado direito do Pai. Feliz Natal com muito Amor todos os dias!!!

Foto: gettyimages

16 de novembro de 2007

Desculpem a ausência aqui e nos vossos Blogs!

Estou em falta aqui e nos vossos blogs...
Tenho tido dias muito cansativos... Ao chegar em casa à vontade é saltar da porta e ir direto para a cama... O tempo tem sido muito escasso, o acúmulo de seminários e trabalhos da faculdade neste semestre, como já havia comentado, tem me tirado noites de sono... juntando os compromissos e trabalho do dia-a-dia. Sem perceber fim do ano já está aí, e também se aproximando as festas, parece que foi ontem que vi aqueles fogos iluminando o céu anunciando a chegada do ano de 2007, e pensar que para a chegada do ano de 2008 faltam tão poucos dias...
Quero agradecer a todos os visitantes, aos amigos que tem entrado sempre mesmo sem atualização, a todos os e-mails enviados, em fim muito obrigado mesmo pela compreensão!
foto:gettyimages

31 de outubro de 2007

5 anos sem você!

SIMPLESMENTE ETERNO!

Simplesmente...
Eterno, é o meu amor por ti,
Pois jamais te esquecerei,
Jamais te deixarei

Onde quer que eu vá te levarei...

Te levarei em meus pensamentos,
E em cada poro do meu corpo você vai está presente!
Em minha vida eternamente permanecerá

Cativo do meu coração você sempre será...

O amor verdadeiro é assim mesmo...
Resistente ao tempo,
não é uma prisão, nem obsessão!

É simplesmente um eterno sentimento!
Que atravessa barreiras e gerações,
Embora, seja raro de se ver na maioria dos corações

(Elidia Almeida Amorim)


Saudades é o sentimento mais profundo, é a maneira de manter vivos quem amamos muito. Saudade é um sentimento que é difícil explicar com palavras, é exclusivo de cada um de nós.

Tenho saudade das conversas com minha mãe, seus conselhos, da ajuda, da amizade, dos carinhos, de quando me chamava de filha... Tenho tanta saudade de tanta coisa que aqui não caberia... Minha grande amiga, meu grande exemplo de mulher forte, de união familiar. Mais um ano se passou e tanta coisa com a sua ausência mudou.


Quando nos sentimos fracos, as nossas forças, sabedoria, riqueza perdem o valor diante do Senhor, por isso a dependência de Cristo se torna total de nossa parte, sendo assim, a nossa força perde o sentido e começamos a andar na força de Deus. A nossa vida fica totalmente dependente de Cristo, por isso quando estou fraco passo a ser forte.

“Deus é o nosso refugio e fortaleza, socorro bem presente na angustia.” O Senhor nos proporciona alivio e força nos momentos difíceis, uma proteção no dia da angústia! A esperança nunca morre para aqueles que estão em Cristo Jesus, pois Ele mesmo é a esperança do Cristão!

Cristo é a nossa esperança na hora da Angustia e que Ele nos Livra, alivia, protege, auxilia e nunca nos abandona. Na angústia procuramos o Senhor, por isso ele estará conosco, pois a sua graça nos basta.



QUICHE PRESUNTO E QUEIJO

Como já havia comentado antes, estou naquela fase de final de semestre, correria de trabalhos, provas, seminários, praticamente tenho ficado os finais de semana na faculdade, quase não tenho me aventurado na cozinha este último tempo, apenas preparado o básico para suprir a fome. Mas graças a Deus o final de ano já se aproxima e espero em breve está colocando tudo em seu devido lugar, principalmente esta cozinha em dia!

Quiche é sempre uma ótima opção para acompanhar saladas em um jantarzinho rápido, por ser tão prático. No momento em que preparo a massa, costumo pré-assar antes de por o recheio. Mas como tudo tinha de ser vapt vupt não a fiz desta maneira. Geralmente coloco uma folha de papel manteiga sobre a massa, e por cima do papel um peso, costumo usar arroz ou feijão, e primeiro assar por uns 12 minutos. Depois retiro o peso (arroz ou feijão) e o papel manteiga e asso por mais 5 minutos. A massa fica bem sequinha e crocante, bem diferente desta que fiz, sentir que ficou bastante úmida, mesmo assim a minha irmã e o T. não deixaram sobrar nenhum pedacinho.


Para a massa:

3 xícaras de chá de farinha de trigo
150g de manteiga
sal a gosto
1/4 de xícara de água

Misture bem a farinha de trigo, o sal e a manteiga até obter uma farofa. Acrescente a água e misture até formar uma massa homogênea. Deixei descansar por uns 10 minutinhos. Abrir a massa e colocar na forma, pode ser removível ou para quiche, cuidando para que as beiradas fiquem com no mínimo, 2 cms de altura. Reservar.

Para o recheio:
4 ovos inteiros
200g de creme de leite fresco
150 grs de presunto em cubinhos bem pequenos
100 grs de queijo mussarela ralada
100 grs de queijo Gruyere ralado
100 grs de queijo parmesão ralado grosso (Para jogar por cima do recheio)

Bata os ovos inteiros com um batedor de arame como se estivesse fazendo omelete. Misture o creme de leite e acerte o sal. Juntar o presunto a mussarela e o queijo gruyere. Colocar o recheio na massa acima, e por cima o parmesão ralado grosso. Leve para assar em forno pré-aquecido, em temperatura média por aproximadamente 40 minutos ou até dourar.

15 de outubro de 2007

Tipo Bolo dos Reis



Estava pensando em fazer um bolo dos reis, e como alguns dos ingredientes faltavam na dispensa, resolvi ao meu modo acrescentar outros itens como a goiabada e a castanha triturada. É muito rápido de preparar, fica muito saboroso, fofinho, molhadinho e super macio. Dividir a massa em duas formas, uns gostam com glacê outros não, eu como sou fã de bolos como de todos os jeitos! Logo que tirei de forno não agüentei esperar esfriar, conforme os dias passaram o sabor ficou melhor ainda, e muito mais molhadinho.

Tipo Bolo dos Reis

Ingredientes:

200 gr de manteiga
4 ovos
1 lata de leite condensado
2 xícaras (chá) de açúcar
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 pitada de sal agosto
1 xícara (chá) de amido de milho
1 colher (sopa) de fermento em pó
100 gr de castanhas de cajú trituradas
150 gr de uva passas (umedecidas de um dia para o outro com leite ou rum)
150 gr de goiabada cascão picada 

Bata a manteiga com o açúcar até ficar fofinha e esbranquiçada (caso queira pode dividir metade manteiga com metade margarina, usei apenas manteiga). Acrescente as gemas uma a uma. Vá adicionando o leite condensado. Passe esta mistura para uma vasilha maior e acrescente a farinha de trigo, o sal e o fermento delicadamente. Misture à massa as passas, a goiabada picada e as castanhas trituradas (separei um pouco das uvas passas e castanha para a decoração). Bata as claras em neve e misture delicadamente à massa. Unte e polvilhe com farinha de trigo uma forma (dividir a massa em duas formas, uma redonda e outra para bolo inglês) leve ao forno pré-aquecido a 180º por aproximadamente 1 hora ou até que, enfiando um palito o mesmo saia limpo. 

Glacê:
2 1/2 xícaras (chá) de açúcar de confeiteiro
2 colheres (sopa) de leite quente
2 colheres (sopa) de suco de limão

Fiz meia receita, como preparei duas formas de bolo apenas uma decorei com o glacê. Misturar o açúcar de confeiteiro com o leite quente e o suco de limão e despejar sobre o bolo ainda morno. Decorei com um pouco das uvas passas com a castanha triturada.

Abrindo seus livros!

Fui convocada pela Laila para participar da seguinte brincadeira:

Pegue um livro sem escolher qual, e abra na página 161 e transcreva a 5ª frase.

“ O absenteísmo refere-se a ausências em momentos em que os empregados deveriam estar trabalhando normalmente. Nem sempre as causas do absenteísmo estão no próprio empregado, mas na organização, na supervisão deficiente, no aborrecimento das tarefas, na falta de motivação e estímulo, nas condições desagradáveis de trabalho, na precária integração do empregado á organização e nos impactos psicológicos de uma direção deficiente.

Idalberto Chiavenato, Recursos Humanos (O Capital Humano Das Organizações) 8ª Edição.


Este livro têm me acompanhado, estou naquela fase de final de semestre, correria de trabalhos, provas, seminários...

Convido agora a
Bruna, Migas, Giovana, e a Priscila para participarem desta brincadeira, mas é claro se quiserem ok!

7 de outubro de 2007

Um Encontro Inesquecível

Foi maravilhoso!!!

Ontem o nosso encontro foi regado de todas essas delícias e pessoas maravilhosas. Agradeço a Cinara e a Claudia pela oportunidade de ter nos proporcionado este momento o qual será inesquecível para todas nós. Contemplar os rostinhos de cada uma que antes virtual era já delicioso, e agora tornado real foi ainda melhor. Conhecendo um pouco da história de cada uma só posso concluir todas são “supermulheres”.

Quanto as delícias, e para conhecer um pouco melhor de cada uma delas lá vai:

Vera "Cerâmica Edição Limitada" e Azália "Espelho sem Aço" pães lindos com recheios de queijo catupiri e presunto muito bom;

Vic (uma leitora, não têm blog aínda) muito meiga e muito gentil trouxe lindos muffins com chocolate;

Verena "Mangia chef te fa bene" também com pães deliciosos e uma geléia de morango que deixou todas nós com água na boca;

Sheila "Entre Erros e Acertos" um delicioso e aromático bolo de frutas;

Claudia "Doces encontros" um lindo cuscuz muito saboroso;

Cinara "Cínara places" waffles deliciosos onde saboreamos aínda quetinhos com geléia de damasco;

Karen "Kafka na praia" um cake de pêras com gorgonzola maravilhoso;

Giovana "Prato-á-porter" um mimo de mini-sanduíches embrulhadinhos com papel celofane com a cor verde e marrom “Cor do seu Blog” que meigo;


E já quase no finzinho da tarde chegaram a Priscila "O sabor de sonhar...O aroma do céu..." com chocolachas-pirulitinhos muito meigo e a Sônia Novaes "Cantos e Encantos" uns biscoitinhos de minas deliciosos e nos presenteou também com umas lindas galinhas coloridinhas para enfeitar as nossas cozinhas.

E também levei minha irmã e um bolo de ameixa coberto com pasta americana decorada com florzinhas de açúcar.


Mimos recebidos da Cínara e Claudia, Sonia Novaes e Giovana!

Enfim tudo muito lindo e maravilhoso. Meninas eu só tenho muito a agradecer pelo dia especial em que tivemos, adorei conhecê-las!

25 de setembro de 2007

Convite - Encontro de Blogueiras e Blogueiros

Olá pessoal tá chegando !!!

A Cinara, e a Claudia,

convidam todas as blogueiras e blogueiros para um brunch, será um encontro que acontecerá em Campinas no mês de Outubro!
Onde cada pessoa deverá trazer um prato (salgado ou doce) e uma bebida. Uma ótima oportunidade para conhecermos pessoalmente os nossos amigos virtuais! Quem puder ir deve confirmar por e-mail, passem lá no blog da
Cinara's Place , e confirmem a presença! (é só clicar no botão “E-mail” na coluna à esquerda para confirmar a presença, saber o local e tudo mais que for necessário).
Até lá !

23 de setembro de 2007

Guloseimas Saudáveis


Guloseimas saudáveis nas horas onde a vontade de comer precisa ser driblada. Uma mistura rica em nutrientes e fibras que possuem grande poder de saciedade. Morangos picados com iogurte natural, mel (usei o mel karo) nutella, uvas passas, castanhas de caju trituradas e flocos de aveia, esqueci de acrescentar a granola, não falta na minha listinha.

17 de setembro de 2007

Fukashi Manju



Doce recheado e cozido ao vapor. (Fukashi, em japonês, significa ser submetido ao vapor). Após o cozimento, a massa se torna branca, com a opção de ser colorido artificialmente, antes do cozimento. Esta receita minha Batchan (avó) que ensinou. Existem outras receitas em que são acrescentadas claras de ovo batidas em neve. Para algumas amigas que solicitaram a receita, espero que gostem.

Anko – doce de feijão azuki

300 gramas de feijão azuki (encontrado em casas de produtos japoneses);
1 e 1/2 copo de açúcar cristal;
1 pitada de sal
Modo de preparo:

Primeiro é preciso lavar o feijão e deixá-lo um bom tempo de molho. Em seguida, cozinhá-lo na panela de pressão por aproximadamente 30 minutos, igual ao feijão comum.
Depois de cozido, bata todo o feijão no liquidificador até virar uma pasta, colocando água o quanto for necessário. Em seguida, colocar a pasta num saco de pano (o saco pode ser feito com o mesmo tecido de pano de prato) e espremer para tirar toda a água. Levar essa pasta ao fogo numa panela grande, acrescentando o açúcar e o sal. Cozinhar por 20 minutos ou até aparecer o fundo da panela, mexendo sempre com uma colher de pau. Quando esfriar faça os bolinhos (do tamanho de brigadeiros). Rende aproximadamente 70 unidades médias ou 90 pequenas. O anko pode ser usado em outras receitas ou consumido como doces.

Para a massa:

1 copo americano de água
2 copos americano de açúcar
1 colher (sopa) de fermento em pó
1 pitadinha de sal (por minha conta)
Farinha de trigo quanto baste

Modo de preparo:

Junte numa vasilha grande, a água com o açúcar e misture bem. Em seguida o fermento e a farinha de trigo ao poucos até que tudo fique homogêneo. O ponto da massa não deve ser dura, quanto maleável estiver à massa fica mais fofinha depois de pronta. Caso fique grudando é só untar as mãos com farinha.

Depois, pegue pedaços da massa, abra com a ponta dos dedos e recheie com as bolinhas de anko. Feche a massa formando uma bolinha e coloque sobre pedaços de papel manteiga. Pegue uma panela de cozimento a vapor (eu usei uma cuscuzeira), coloque água até a metade. Coloque um pano molhado sobre a parte furada, em seguida arrume os manjus sobre o pano (não coloque muito juntos, porque vão crescer), tampe a panela e cozinhe por 15 a 20 minutos. Repita o processo até terminar de cozinhar todos os bolinhos. Abaixo, a imagem dos manjus na cuscuzeira tinham acabado de ficar prontos.

12 de setembro de 2007

Sete M o m e n t o s Marcantes

Fui convidada pela querida Akemi, para responder a esse meme com os 7 momentos mais marcantes da minha vida! Foram muitos os momentos por quais já passei felizes e também tristes.


1. Recife (PE) uma fase muito importante da minha vida quando ainda criança, morava em uma casa onde tinham árvores de tudo quanto era frutas (Pinha, manga, jambo, acerola, pitanga, pitomba, caju, cajá, goiaba água de coco etc.). Um sítio grande, eu e minha irmã passávamos o dia inteiro a correr pelo quintal, subíamos de árvore em árvore, e tinha um pé de seriguela bem baixinho, onde disputávamos as frutinhas maduras.


2. Primeiras artes na cozinha, ao lado minha avó por parte de mãe, vivia ao seu lado dia e noite, meus pais saiam para trabalhar e ao longo do dia, aprendi várias guloseimas com suas mãos de fada, como fazer um mungunzá de coco maravilhoso, canjica, pamonha, como preparar uma massa de mandioca branquinha, e muitas coisas mais...

3. Minha festa de 15 anos, um dia inesquecível em minha vida, minha mãe realizou um sonho que também era dela, pois não teve a oportunidade de uma comemoração como aquela.

4. Novembro de 1996, época em que minha avó partiu para a eternidade. Foi quando ainda com 15 anos de idade, resolvemos vir morar definitivamente em São Paulo. Desde então, estou tendo a oportunidade de conviver com meus avós paternos, minha batchan (avó) e meu ditchan (avô).

5. Dezembro de 2000, viagem para o Japão. Ao ler os momentos da Akemi, pude ver como as nossas necessidades foram idênticas, como andar de bike aos meus 20 anos de idade, pura necessidade mesmo, o nosso meio de locomoção para trabalho, compras etc. Foi muito engraçado, lembro-me dos dias em que ficava horas e horas só pedalando a bike fixa ao chão, e meu pai, certa hora levantou o pedal sem que eu percebesse, aí pronto, imaginem só a queda no chão, acabei desistindo, e só fazia chorar... Depois de várias tentativas iguais a estas foi que conseguir.
6. Dar continuidade aos meus estudos, comecei a fazer minha faculdade em 2006, algo que para as minhas condições emocionais estavam muito longe...

7. Outubro de 2002, A Dor Que Mais Dói! A falta da minha mãezinha...

Muitas vezes a nossa vida se compara á de uma árvore. Assim como a árvore, nós também vivemos diferentes estações. Não há como fugir delas.
Muitas vezes Deus nos guia até o deserto para ali nos revelar o nosso próprio coração. Toda a beleza superficial desaparece e passamos a enxergar as nossas próprias falhas e limitações, nos murchamos como as folhas de uma árvore seca. As circunstâncias que não podemos mudar e os sonhos que parecem não se realizar nos levam a um estado de desconsolo e desesperança semelhante ao de uma árvore no inverno, adoecendo o nosso coração. Muitos se perdem exatamente aí, no inverno de suas vidas. Mas, em vez disso, podemos nos render ao processo divino de fazer morrer o que é superficial e ganhar vida no interior. São mudanças de valores que fazem parte do nosso crescimento espiritual.
O inverno é uma oportunidade de conhecermos a nós mesmos e de sermos transformados á medida em que conhecemos a Deus intimamente. É no inverno da alma que podemos aprender a dependência total para com o Senhor e a desfrutar o descanso em sua soberana vontade. É na morte do “eu” que renascemos para uma nova vida: aquela que Deus tem para nós. É na falência de nossas próprias tentativas que passamos a experimentar o abraço do Senhor agindo em nosso lugar. É quando não podemos mais seguir adiante que Deus nos carrega em seu colo paterno e, então, podemos chegar onde devemos ir. É na nossa limitação que experimentamos o poder de Deus se aperfeiçoando em nossa fraqueza.
Deixo algumas palavras do profeta Jeremias, o qual também ao ler os momentos da Claudia, me fez lembrar destes versículos o qual muito estimo:
As misericórdias do Senhor são as causas de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; renovam se cada manhã. Grande á tua fidelidade.
A minha porção é o senhor, diz minha alma; portanto, esperarei nele. Bom é o senhor para os que esperam por ele, para alma que o busca. Bom é aguardar a salvação do Senhor, e isso, em silêncio. “Lam. 3-22, 23,24 e 25”

Para este meme gostaria de indicar a
Nani, Ana Elisa, Dani, Duly e Sara
. E é claro, só respondam se se sentirem à vontade também.

Corrente da A m i z a d e


Há alguns dias atrás, recebí um convite da nossa querida amiga Claudia "Doces encontros" a participar da corrente da amizade , o qual me deixou muito feliz pela lembrança.
O intuito desta corrente é que cada pessoa escolhida indica mais 10 pessoas com o objetivo de agradecer a gentileza que tiveram de compartilhar conosco as suas artes, pensamentos e um pouco de sua vida.

Fiquei a pensar no tanto de pessoas queridas que indicaria. Mas para mim é uma tarefa muito difícil, pois o carinho e admiração que tenho é por todos.

Agradeço muito a todas as pessoas dos quais blogs eu visito e que também me presenteiam com suas visitas, onde não imaginam a alegria que tenho de receber a cada um neste cantinho.

8 de setembro de 2007

FERIADO PROLONGADO

Mais um feriado, para os que podem viajar, aproveitem, para os que apenas descansarão já será um grande argumento para sair da rotina, e para os que trabalharão normalmente, sei que não serve de consolo, mas esses 3 dias não serão iguais aos demais, aquela loucura do dia a dia, será mais amena.

Ficamos torcendo para que chegue logo, e contando os dias para curtirmos esses 3 dias, é isso mesmo, 3 dias, ou seja, quase nada se pensarmos friamente, porém para quem tem a vida corrida e não consegue parar, são dias importantes e que devem ser aproveitados da melhor maneira.

O bom é que nessas datas conseguimos reunir amigos e familiares, estejam onde estiverem, nessas datas sempre arrumamos maneiras de nos encontrarmos.

E nesta data também, meu primo Seiji faz aniversário. Nos reunimos em sua casa para um churrasco em comemoração. Na cozinha hora em que as mulheres colocam suas fofocas em dia (risos) e ao mesmo a mão na massa... Além do churrasco maravilhoso preparado por meu ojisan (tio), abaixo algumas fotos do nosso almoço...

Sushi (com algas e Ovo)
Tsukemono de pepino (conserva)

Tofu, Gohan (arroz) com legumes e curry, Guioza...
No fim da tarde, bancha (chá verde) e manju (bolinho recheado com azukí, doce de feijão), bombons e bolo de morango.


Feriados iguais a estes, é preciso que aconteça pelo o menos 2 vezes ao mês, poder desfrutar de tudo isto na companhia de pessoas importantes é simplesmente maravilhoso.

3 de setembro de 2007

PAVÊ

Nossa sobremesa de domingo, um pavê com duas camadas de biscoitos, umedecidos com uma calda acrescida de conhaque, dois cremes com sabores delicados, coberto com um creme fofo e leve. Registro aqui cada detalhe deste sabor inigualável, acho difícil, alguém que ainda não tenha experimentado. Também o chocolate pode ser substituído por algumas frutas frescas ou em calda, como o pêssego, fica excelente.


Para o Creme de gemas: 2 latas de leite condensado

1 medida de lata de leite

1/2 colher (sopa) de amido de milho

3 gemas


Numa panela, junte o leite, as gemas e o leite condensado e leve ao fogo médio até ferver. Acrescente o amido de milho dissolvido com ¼ de leite, mexendo sempre. Quando o creme começar a desgrudar do fundo da panela, conte 5 minutos e desligue. Reserve. Para o Creme de chocolate: 200 g de chocolate meio amargo (picado)

2 colheres (sopa) de açúcar

2 colheres (sopa) de manteiga

1/2 xícara (chá) de leite

Numa panela, coloque a 1/2 xícara (chá) de leite, o chocolate picado, o açúcar e a manteiga. Leve ao fogo baixo, mexendo sem parar até o chocolate derreter completamente. Reserve. Para a Cobertura:

1 lata de creme de leite (sem soro)

3 colheres (sopa) de açúcar 3 claras Essência de baunilha ou raspas de limão a gosto Em banho-maria, coloque as claras e o açúcar mexendo sempre, até ficar morninho, tomando cuidado para não cozinhar as claras. Em seguida bata na batedeira até o ponto em neve. Junte o creme de leite, eu usei as raspas de limão, e bata rapidamente para misturar por, aproximadamente, 30 segundos. Reserve.



Calda para umedecer os biscoitos: 250 g / 1 pacote de biscoito champanhe 1 copo americano leite

3 colheres (sopa) de a chocolatado em pó

2 colheres (sopa) de conhaque Numa panela pequena, junte 1 copo de leite, o achocolatado e o conhaque e leve ao fogo médio. Quando ferver, desligue e deixe esfriar. Com o auxílio de uma colher, mergulhe um biscoito champanhe de cada vez na mistura de leite com achocolatado e o conhaque por apenas 10 segundos. Retire, deixe escorrer o excesso. Montagem: Forre com parte dos biscoitos já umedecidos um refratário, despeje o creme de gemas reservado, em seguida mais uma camada dos biscoitos restantes, o creme de chocolate reservado, e por último, a cobertura de claras. Polvilhe a gosto coco ralado. Leve à geladeira por cerca de 4 horas, geralmente gosto de fazer com um dia de antecedência, pois o sabor fica mais apurado. No momento de servir, peneire o Chocolate em Pó sobre a superfície, e sirva-se a vontade.

27 de agosto de 2007

Pão de Ló de Laranja




O final de semana estava um clima maravilhoso, céu azul, azul, deixando mais uma vez os dias frios e nebulosos para traz. No domingo o dia amanheceu para além do esperado. Muito cedo o sol já começou a brilhar com mostras de que seria um dia lindo! 

Levantei bem mais cedo que o habitual, tentando desinstalar-me da rotina dos últimos tempos. Existem coisas pequenas e simples que valem muito, como passar uma tarde em volta da mesa com pessoas especiais saboreando de um simples bolo de laranja.

Pão de Ló de Laranja

Ingredientes

Massa:
4 claras em neve

4 gemas
Raspas de limão
2 xícaras (chá) de açúcar
1 ½ xícara (chá) de suco de laranja
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó
1 pitadinha de sal


Cobertura:

2 xícaras (chá) de suco de laranja

1 colher (sopa) de amido de milho
1 xícara (chá) de açúcar

Modo de preparo:


Bater as claras em neve, em seguida as gemas uma a uma, a raspa de limão. Acrescentar  o açúcar aos poucos e continue a bater por uns cinco minutinhos na velocidade avançada até clarear e dobrar o volume. Com a velocidade da batedeira no mínimo, acrescentar o  suco de laranja aos poucos. Numa bacia grande, transportar o creme, adicionar a farinha de trigo peneirada com o fermento em chuvisco misturando delicadamente com um fouet. Untar e polvilhar  uma assadeira e assar em forno pré-aquecido.


Para a cobertura, numa panela média levar ao fogo  1 xícara do suco de laranja e reduzir por 5 minutos. Acrescentar o amido de milho e o açúcar previamente dissolvidos em ¼ de xícara de água. Mexa até ferver e engrossar. Deixe esfriar.

Umedecer todo o bolo com a outra xícara do suco de laranja, e por último joguei a cobertura já fria. Polvilhar açúcar de confeiteiro a gosto.


20 de agosto de 2007

Surpresa de Uva


 

Um doce delicado que misturado ao sabor do leite condensado faz qualquer um sair da dieta.

Surpresa de uva

Ingredientes:

1 lata de leite condensado
1 colher (sopa) rasa de manteiga
250 grs de açúcar de confeiteiro (aproximadamente)
Corante comestível agosto
½ Kilo de uvas (cortando os talinhos bem rente a uva)

Preparo:

Numa panela misture o leite condensado e a manteiga. Leve ao fogo baixo sem parar de mexer. Quando estiver em ponto de brigadeiro desgrudando do fundo da panela desligue o fogo. Unte um recipiente com manteiga, despeje a massa e deixe esfriar.

Em um recipiente maior transferir a massa e juntar o açúcar de confeiteiro aos poucos. Misturar tudo até que a massa desgrude das mãos. Cuidado para para não deixar a massa dura e ressecada, a função do açúcar é para  dar consistência de enrolar as uvas. Na metade da massa, acrescentei algumas gotinhas de corante verde. 




Separar pequenas porções da massa, abrir e embrulhar as uvas. Caso estiver grudando é só passar açúcar nas mãos. Tomar bastante cuidado para não machucar e estourar as uvas.



A decoração fica por conta de cada imaginação. Usei papel celofane transparente, fundo para doces e fitinha de cetim.

13 de agosto de 2007

Para Descontrair !

Uma amiga, sabe da minha paixão pela culinária, e logo me enviou por e-mail! Costuma-se dizer que o paladar identifica muito a personalidade de uma pessoa. Será??? não custa fazer o teste .

9 de agosto de 2007

Pastel

Volta às aulas, e a rotina de acordar cedo para ir ao trabalho, saindo do trabalho e ir pra faculdade, e chegando em casa, ainda sobrar um tempinho e ter bastante coragem de preparar algo que supra a fome... Para facilitar esta rotina, já deixo preparado no final semana, coisas rápidas e fáceis. Esta massinha de pastel tem sido presença constante nessa época, para não enjoar, vou variando os recheios.

Massa:
500 grs de farinha de trigo
2 ovos
2 colheres de sopa de azeite ou óleo
½ dose de pinga
Água filtrada quanto baste
sal a gosto
Peneire a farinha de trigo sobre uma mesa mármore. Faça um monte, abra uma cava no meio e nela coloque os ovos, azeite ou óleo, a pinga, sal a gosto e um pouquinho de água. Amasse tudo muito bem e se necessário junte mais um pouco de água, para que a massa fique lisa e homogênea. Coloque a massa em uma vasilha funda, cubra com um guardanapo úmido e deixe descansar por pelo menos uma hora. Abrir com um rolo, ou de preferência abrir a massa com cilindro ou mesmo à máquina de massa, para que espessura da mesma fique bem fininha, e o resultado seja um pastel bem crocante!
Recheio:
100 grs de queijo prato cortado em lascas
100 grs de queijo mussarela ralado grosso
100 grs de provolone
300 grs de catupiry
Azeitonas
Orégano e salsa a gosto

Misture bem todos os ingredientes , põe-se na massa dos pasteis e fecha a massa utilizando um garfo, com cuidado para ficarem bem vedados. Depois só fritar em óleo quente até ficarem corados. Servir quentes.

31 de julho de 2007

Comidinhas do dia-a-dia

A nossa querida amiga Akemi , fez mais um evento dentro do "Comidinhas do dia-a-dia". Tinha Preparado uma macarronada vapt vupt com molho branco, para a janta . E como o molho rendeu um pouco a mais, sobrando metade da panela, a melhor forma de aproveitá-lo, foi preparando este sanduíche gratinado, juntamente com os queijos que havia na geladeira.

Sanduíche gratinado
1 pacote de pão de fôrma
200 g de presunto/peito de peru
250 g de mussarela
Requeijão
Maionese
Azeitonas picadas
Queijo parmesão ralado

Preparei o molho branco com:
1 cebola ralada
2 colheres (sopa) de manteiga e azeite
3 colheres (sopa) de trigo
2 xícaras (chá) de leite
1 lata de creme de leite sem soro
½ caldo de galinha
Sal e noz-moscada a gosto

Ferva o leite, enquanto isso, derreta a manteiga junto com o azeite, e frite a cebola, misture a farinha de trigo e mexa sem parar (se possível utilize um batedor de arame) até a mistura borbulhar. Sempre mexendo até que cozinhe a farinha. Retire a panela com a farinha do fogo, e coloque o leite de uma só vez, acrescentando também o caldo de galinha. Retorne ao fogo e mexa até ferver. Tempere agosto com o sal e a noz -moscada.
Montei em um refratário, as fatias de pão previamente passadas maionese, uma camada de mussarela, em seguida de presunto e as azeitonas picadas, também acrescentei algumas colheradas do requeijão, para deixar mais úmido. Cobrir com outra camada de pão e o molho branco, deixando cair pôr toda à volta do refratário até o fundo. Salpicar o queijo parmesão ralado, decorando a gosto. Levar em seguida ao forno para grátinar.

29 de julho de 2007

Pinha


Em outras regiões conhecida por fruta do conde.
Fui criada comendo muita fruta, e conhecendo várias. Natural do nordeste, uma região riquíssima em frutas. De lá aprendi a gostar de pitomba, caju, mangaba, acerola, cajá, siriguela, pitanga, Jambo, etc. A pinha é a fruta que mais gosto também!

23 de julho de 2007

Bananas douradas com calda toffe



A calda toffee ou calda de caramelo faz um casamento dos mais perfeitos com a banana, a receita pede babana-ouro e como as bananas prata da minha fruteira estavam quase passando do ponto, quis aproveitá-las o quanto antes. Seja ela do tipo ouro ou qualquer outro, o segredo, neste caso, é saber grelhar as bananas sem deixar que elas fiquem moles demais, desmanchando ao toque, trabalhe com a chapa, ou a panela bem quente, e só vire as bananas quando elas estiverem totalmente cozidas de um lado, evitando manipular a fruta.

Bananas douradas com calda toffe

Ingredientes:

2 dúzias de banana-ouro
2 colheres de sopa de manteiga
1 1/2 xícara de chá de açúcar
300 ml de creme de leite fresco

Mode de Preparo:

Descasque as bananas e elimine eventuais fios. Coloque a manteiga (aos poucos) em uma grelha ou frigideira e grelhe as bananas até que fiquem macias, mas não moles. Numa outra panela, caramelize o açúcar até obter uma calda na cor de caramelo claro. Com cuidado junte o creme de leite e deixe levantar fervura, até que o caramelo esteja totalmente desmanchado no creme de leite. Espere espessar um pouco e apague o fogo. Passe as bananas para uma travessa e regue com a calda. Sirva quente ou morno.

Uma sugestão, também fica ótima acompanhada com sorvete de creme. Até quem fazia cara feia quando se tratava de banana chegou a lamber os dedos!

17 de julho de 2007

Torta de Ameixa (Minha favorita)


Torta de Ameixa


Ingredientes:

Massa:

3 xícaras (chá) de açúcar 
3 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 1/2 xícaras (chá) de leite 
200g de margarina ou manteiga
6 ovos (claras separadas)
1 colher (sopa) generosa de fermento em pó 

Preparo:

Bata na batedeira a manteiga e o açúcar até formar um creme claro e fofo. Misture as gemas e em seguida o leite até obter um creme homogêneo. Junte a farinha aos poucos, depois o fermento. Acrescente as claras em neve misturando delicadamente. Leve ao forno pré-aquecido 180°c até dourar.


Recheio de ameixa e doce de leite:

Ingredientes:

350 g de ameixas pretas sem caroços
200 g de açúcar
1 lata de leite condensado (cozido) ou doce de leite já pronto
1/2 lata de doce de leite para cobrir o bolo
1 lata de creme de leite gelado sem o soro.

Primeiro passo: faça o doce da ameixa, Cozinhe as ameixas com um pouco de água até amolecer. Junte o açúcar e passe tudo no processador ligeiramente deixando as ameixas em pedaços finos. Levar ao fogo e cozinhar até desgrudar do fundo da panela. Deixar esfriar.

Segundo passo: depois que o doce da ameixa estiver completamente frio, acrescentar o doce e leite e o pôr último o creme de leite gelado. Reserve.

Terceiro passo: Leve ao fogo uma parte do doce da ameixa com água para amolecer. Cozinhar até levantar fervura. Corte o bolo em duas partes iguais, umedecer com guaraná e juntar o recheio.Cobrir todo o bolo o doce de leite (1/2 lata) e por último uma segunda camada do doce de ameixa. Decorar a gosto.


11 de julho de 2007

Tanabata Matsuri

Nos dias 07 e 08/07/07, aconteceu no bairro da Liberdade, em São Paulo, a 29ª edição do Tanabata Matsuri, o tradicional Festival das Estrelas. A tradição do Tanabata Matsuri é celebrada há mais de 1.300 anos na cidade japonesa de Sendai, capital do estado de Miyagi. As pessoas decoram as ruas do bairro da Liberdade com ramos de Bambu e escrevem um pedido num pedaço de papel colorido, que representam as estrelas do Tanabata. Durante a festa, as ruas estreitas do centro do bairro são enfeitadas com grandes e delicados arranjos de papel, feitos de centenas de origamis (dobraduras), e suspensos por ramos de bambu (os sassa-dake) da altura de um poste.


Além da decoração caprichada, o Tanabata Matsuri ainda oferece diversas apresentações de teatro, de danças folclóricas e de shows musicais. Outros destaques são as barracas de comidas típicas, a feira de artesanato e os concursos de Miss Tanabata Matsuri, de desenhos e de poesias.






Eu, de blusa preta, e ao lado minha irmã . Apesar da grande aglomeração de pessoas, onde, não mais cabiam nossos pés no chão, foi muito bom como todos os outros anos.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...