31 de julho de 2007

Comidinhas do dia-a-dia

A nossa querida amiga Akemi , fez mais um evento dentro do "Comidinhas do dia-a-dia". Tinha Preparado uma macarronada vapt vupt com molho branco, para a janta . E como o molho rendeu um pouco a mais, sobrando metade da panela, a melhor forma de aproveitá-lo, foi preparando este sanduíche gratinado, juntamente com os queijos que havia na geladeira.

Sanduíche gratinado
1 pacote de pão de fôrma
200 g de presunto/peito de peru
250 g de mussarela
Requeijão
Maionese
Azeitonas picadas
Queijo parmesão ralado

Preparei o molho branco com:
1 cebola ralada
2 colheres (sopa) de manteiga e azeite
3 colheres (sopa) de trigo
2 xícaras (chá) de leite
1 lata de creme de leite sem soro
½ caldo de galinha
Sal e noz-moscada a gosto

Ferva o leite, enquanto isso, derreta a manteiga junto com o azeite, e frite a cebola, misture a farinha de trigo e mexa sem parar (se possível utilize um batedor de arame) até a mistura borbulhar. Sempre mexendo até que cozinhe a farinha. Retire a panela com a farinha do fogo, e coloque o leite de uma só vez, acrescentando também o caldo de galinha. Retorne ao fogo e mexa até ferver. Tempere agosto com o sal e a noz -moscada.
Montei em um refratário, as fatias de pão previamente passadas maionese, uma camada de mussarela, em seguida de presunto e as azeitonas picadas, também acrescentei algumas colheradas do requeijão, para deixar mais úmido. Cobrir com outra camada de pão e o molho branco, deixando cair pôr toda à volta do refratário até o fundo. Salpicar o queijo parmesão ralado, decorando a gosto. Levar em seguida ao forno para grátinar.

29 de julho de 2007

Pinha


Em outras regiões conhecida por fruta do conde.
Fui criada comendo muita fruta, e conhecendo várias. Natural do nordeste, uma região riquíssima em frutas. De lá aprendi a gostar de pitomba, caju, mangaba, acerola, cajá, siriguela, pitanga, Jambo, etc. A pinha é a fruta que mais gosto também!

23 de julho de 2007

Bananas douradas com calda toffe



A calda toffee ou calda de caramelo faz um casamento dos mais perfeitos com a banana, a receita pede babana-ouro e como as bananas prata da minha fruteira estavam quase passando do ponto, quis aproveitá-las o quanto antes. Seja ela do tipo ouro ou qualquer outro, o segredo, neste caso, é saber grelhar as bananas sem deixar que elas fiquem moles demais, desmanchando ao toque, trabalhe com a chapa, ou a panela bem quente, e só vire as bananas quando elas estiverem totalmente cozidas de um lado, evitando manipular a fruta.

Bananas douradas com calda toffe

Ingredientes:

2 dúzias de banana-ouro
2 colheres de sopa de manteiga
1 1/2 xícara de chá de açúcar
300 ml de creme de leite fresco

Mode de Preparo:

Descasque as bananas e elimine eventuais fios. Coloque a manteiga (aos poucos) em uma grelha ou frigideira e grelhe as bananas até que fiquem macias, mas não moles. Numa outra panela, caramelize o açúcar até obter uma calda na cor de caramelo claro. Com cuidado junte o creme de leite e deixe levantar fervura, até que o caramelo esteja totalmente desmanchado no creme de leite. Espere espessar um pouco e apague o fogo. Passe as bananas para uma travessa e regue com a calda. Sirva quente ou morno.

Uma sugestão, também fica ótima acompanhada com sorvete de creme. Até quem fazia cara feia quando se tratava de banana chegou a lamber os dedos!

17 de julho de 2007

Torta de Ameixa (Minha favorita)


Torta de Ameixa


Ingredientes:

Massa:

3 xícaras (chá) de açúcar 
3 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 1/2 xícaras (chá) de leite 
200g de margarina ou manteiga
6 ovos (claras separadas)
1 colher (sopa) generosa de fermento em pó 

Preparo:

Bata na batedeira a manteiga e o açúcar até formar um creme claro e fofo. Misture as gemas e em seguida o leite até obter um creme homogêneo. Junte a farinha aos poucos, depois o fermento. Acrescente as claras em neve misturando delicadamente. Leve ao forno pré-aquecido 180°c até dourar.


Recheio de ameixa e doce de leite:

Ingredientes:

350 g de ameixas pretas sem caroços
200 g de açúcar
1 lata de leite condensado (cozido) ou doce de leite já pronto
1/2 lata de doce de leite para cobrir o bolo
1 lata de creme de leite gelado sem o soro.

Primeiro passo: faça o doce da ameixa, Cozinhe as ameixas com um pouco de água até amolecer. Junte o açúcar e passe tudo no processador ligeiramente deixando as ameixas em pedaços finos. Levar ao fogo e cozinhar até desgrudar do fundo da panela. Deixar esfriar.

Segundo passo: depois que o doce da ameixa estiver completamente frio, acrescentar o doce e leite e o pôr último o creme de leite gelado. Reserve.

Terceiro passo: Leve ao fogo uma parte do doce da ameixa com água para amolecer. Cozinhar até levantar fervura. Corte o bolo em duas partes iguais, umedecer com guaraná e juntar o recheio.Cobrir todo o bolo o doce de leite (1/2 lata) e por último uma segunda camada do doce de ameixa. Decorar a gosto.


11 de julho de 2007

Tanabata Matsuri

Nos dias 07 e 08/07/07, aconteceu no bairro da Liberdade, em São Paulo, a 29ª edição do Tanabata Matsuri, o tradicional Festival das Estrelas. A tradição do Tanabata Matsuri é celebrada há mais de 1.300 anos na cidade japonesa de Sendai, capital do estado de Miyagi. As pessoas decoram as ruas do bairro da Liberdade com ramos de Bambu e escrevem um pedido num pedaço de papel colorido, que representam as estrelas do Tanabata. Durante a festa, as ruas estreitas do centro do bairro são enfeitadas com grandes e delicados arranjos de papel, feitos de centenas de origamis (dobraduras), e suspensos por ramos de bambu (os sassa-dake) da altura de um poste.


Além da decoração caprichada, o Tanabata Matsuri ainda oferece diversas apresentações de teatro, de danças folclóricas e de shows musicais. Outros destaques são as barracas de comidas típicas, a feira de artesanato e os concursos de Miss Tanabata Matsuri, de desenhos e de poesias.






Eu, de blusa preta, e ao lado minha irmã . Apesar da grande aglomeração de pessoas, onde, não mais cabiam nossos pés no chão, foi muito bom como todos os outros anos.

5 de julho de 2007

Lembranças...


Este bolo traz muitas lembranças da minha infância, época em que ainda morava em Recife –Pe. Muitas saudades de tudo e de todos, doces lembranças dos meus queridos avós, tios, primos, e amigos...

O Bolo de Rolo é um doce típico de Pernambuco. É uma massa feita com farinha de trigo, ovos, manteiga e açúcar. Esta massa é enrolada em uma camada de goiabada, dando a aparência de um rocambole. No entanto, as camadas de massa e goiabada são bem mais finas e o sabor completamente diferente.

Bolo de rolo

Recheio: 

1/2 xícara de chá de água
500g de goiabada em pedaços (bem macia) 
1 cálice de vinho do porto 
Açúcar granulado, o quanto baste 

No liquidificador, coloque a goiabada juntamente com a água, até a mistura ficar cremosa. Depois, junte o vinho do porto e cozinhe em fogo baixo até ferver.

Massa:

4 1/4 xícara de chá de farinha de trigo 
2 3/4 xícara de chá de açúcar
2 1/2 xícaras de chá de manteiga com sal 
15 ovos

Bata o açúcar juntamente com a manteiga até obter um creme bem claro. Acrescente os ovos, um a um, (gemas sem as peles) sempre batendo a cada adição. Retire da batedeira e acrescente delicadamente a farinha de trigo previamente peneirada, até obter uma massa leve. Unte com manteiga e polvilhe farinha de trigo três assadeiras. 

As assadeiras apropriadas para "Bolo de Rolo" em geral medem 30 cm de largura por 45 cm de cumprimento e apenas 1 cm de profundidade. Geralmente feitas sobre encomenda mas no Nordeste encontram-se à venda em boas casas do ramo. 

Com o auxílio de uma espátula, espalhe uniformemente em cada assadeira, seis colheres da massa (uma em cada canto e duas no meio), tomando como medida a colher de servir arroz. A camada de massa deve ficar bem fina.

Leve ao forno pré aquecido, uma assadeira por vez, por mais ou menos10 minutos. A massa não deve ficar corada. Toque com o dedo e se estiver firme retire do forno e vire sobre um guardanapo polvilhado com o açúcar cristal.

Recorte as beiradas, espalhe um pouco da goiabada derretida sobre o bolo e com o auxílio do guardanapo, enrole pela largura como um rocambole bem apertadinho. Reserve.

Proceda da mesma forma com a 2ª assadeira. Depois de retirar do forno, vire sobre o guardanapo e recorte as beiradas, espalhe a goiabada, encoste o começo do bolo onde termina o 1ª rocambole e enrole, um por cima do outro. Repita a operação até terminar a massa usando as mesmas assadeira, lavadas e untadas novamente (rende umas cinco a seis assadeiras). Quando colocar a última camada, enrole no guardanapo e deixe reservado por cerca de umas duas horas ou até o bolo ficar completamente frio. Polvilhe mais açúcar e sirva cortando em fatias. 

Outra dica, caso não tenha este tipo de assadeira: Pode usar uma assadeira convencional virada de cabeça para baixo, forrando o fundo com papel-manteiga. E com uma espátula ou um pincel, espalhe um pouco da massa sem deixar falhas. Asse por 3 a 5 minutos ou até que, ao tocar com o dedo, a massa não grude. Depois, estenda um pano sobre uma superfície lisa e polvilhe com açúcar. Ponha a massa ainda quente sobre o pano e retire o papel. E repetir o mesmo procedimento para acrescentar o recheio. Sempre enrolar o rocambole pelo lado mais comprido. Reserve. Para a próxima camada da massa, ponha outra porção de massa sobre outra folha de papel e asse como a anterior. Polvilhe mais açúcar sobre o pano e coloque a segunda camada de massa. Cubra com o recheio. Enrole essa segunda camada sobre o primeiro rolo, reservado. Repita a operação com as outras camadas. Finalizando da mesma forma, colocar a última camada e enrolar no guardanapo deixando reservado por cerca de umas duas hora.

1 de julho de 2007

Torta salgada


Esta torta preparei rapidinho, complemento da janta de hoje! Faz um tempinho que tinha encontrado esta receita em um site, Onde não me recordo o endereço agora, pesquisando pelo google. Tinha uma finalidade, o que fazer com estes potes de requeijão ? com suas validades tão próximas? Nunca tinha experimentado ele em preparações de massas, apenas em recheios, e ficou muito boa.



Torta salgada


Ingredientes da Massa:


1 1/2 copo de requeijão

3 ovos

50 gr de queijo ralado

2 copos de farinha de trigo

200 gr de maionese



Ingredientes do Recheio:



1 cebola picada

1 dente de alho picado

1 tomate picado

1 pimentão verde picado (usei metade)

2 colheres (sopa) de salsinha picada (usei bem mais)

2 colheres (sopa) de cebolinha verde picada

100 gr de azeitona picada

1 lata de milho verde

1 lata de ervilha

Presunto picado ou peito de peru (a gosto)

Mussarela picada (a gosto)

Orégano (a gosto)

1 Pitada de sal

Pimenta-do-reino branca (agosto)


Modo de Preparo - Massa:


No liquidificador, dê uma leve batida nos ovos e, em seguida, acrescente todos os ingredientes, sendo primeiro os líquidos. Pôr minha conta acrescentei 1 colher de (sopa) rasa de fermento em pó. Batar até misturar bem.


Modo de Preparo - Recheio:


Misture todos os ingredientes. Reserve.


Montagem:


A receita pede para colocar metade da massa na forma onde será assada, em seguida, o recheio e a outra metade da massa. Fiz dessa forma, após a massa já misturada, passei para um refratátio e misturei com o recheio reservado. Assar em forno médio.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...